Thales Marino vence seu primeiro Clássico e Pedro Távora papa Copa Ouro

04/03/2018 as 09:39
Fechando a 2ª Etapa do 30º Torneio de Verão, Concurso de Salto Nacional no Clube Hípico de Santo Amaro, a nata jovem do hipismo dominou o placar. Foram 25 os conjuntos em pistas e os 12 melhores - dentre os quais somente três sem faltas - habilitaram-se à 2ª e decisiva volta com armação de Vailton Jaci Cordeiro, o Baica. Antepenúltimo conjunto em pista Thales Marino, que completou 17 anos esta semana, levou Celena DML, ao topo do pódio com mais um percurso sem faltas na ótima marca de 51s45.
 
Celena e Thales em ação (Duílio Andrade)
 
No Clássico da 1ª Etapa do Torneio de Verão em 25/2 Thales havia batido na trave: "Semana passada fui vice com minha outra égua Princess Emily e 4º com a Celena. Essa semana a Celena foi sensacional e a gente conseguiu levar o título para casa. Eu venho buscando uma vitória em um GP há um bom tempo e hoje finalmente deu tudo certo", comemorou Thales que compete com Celena há cerca de três anos, mas a égua sela holandesa de 11 anos já é de propriedade de sua família desde os 6.
 
O campeão Thales Marino e Celena correm pro abraço (Duílio Andrade) 
 
Sagrou-se vice-campeão o jovem talento da casa Marcelo Gozzi montando Little Joe II, que zerou a 1ª passagem e "amargou" uma falta no último obstáculo do 2º percurso, em 54s18. Em 3º lugar chegou o experiente cavaleiro medalhista pan-americano André Miranda, 47, apresentando Corlensky Império Egípcio, que trouxe 5 pontos na 1ª volta e garantiu pista limpa na 2ª, em 59s31.
 
Dando tudo de si: Marcelo e Little Joe (Duílio Andrade)
 
Para o anfitrião Francisco José Mari, presidente do Clube Hípico de Santo Amaro, a missão foi cumprida. "Foi muito bom receber a comunidade do hipismo em nosso tradicional Torneio de Verão que esse ano completa 30 anos de história abrindo a temporada brasileira. Agradeço a presença dos cavaleiros, amazonas, familiares e amigos e agora esperamos todos em nosso próximo grande Concurso de Salto Nacional D Maio, entre 8 e 13/5."
 
Clássico - 1,40 metro
 
Campeão Thales Gabriel de Lima Marino / Celena DML - FPH - 0/0/51s45
Vice Marcelo Gozzi / Little Joe II - FPH - 0/4/54s18
3º André Miranda / Corlensky Império Egípcio - FPH - 5/0/59s31
4º Paulo Miranda / Cartolanne - FPH - 6/1/61s14 - FEEP
5º Marcelo Gozzi / Caprice VDl - FPH - 4/4/51s52
6º Vitor Consorti Evangelista / Top Horse Chacal TB - FPH - 9/0/58s10
 
Pedro Távora triunfa em percurso difícil
 
No sábado, 3/3, a Copa Ouro, a 1.35 metro, foi o ponto alto do concurso. Dez dos 65 conjuntos originais habilitaram-se ao desempate. Mas somente um garantiu mais um percurso limpo: Pedro Távora de Matos apresentando Silverado MN, um cavalo Brasileiro de Hipismo (BH) filho de Singular Joter II, de 17 anos. A dupla campeã cruzou a linha de chegada na boa marca de 44s98.
 
Pedro e Silverado a caminho da vitória (Luis Ruas)
 
Pedro, 35, que em 2017 comemorou o título de campeão brasileiro Senior, monta Silverado MN, de propriedade de Ricardo Gandolfi, há cerca de seis meses. "Atualmente o Silverado é minha principal montaria. Ele é realmente craque em provas de velocidade a 1.40 metro!", declarou o Pedro, satisfeito com seu resultado.
 
O vice campeão Guilherme com Jolly Pulman (Luis Ruas)
 
Com apenas 1 ponto perdido por excesso de tempo, em 48s01, Guilherme Foroni apresentando o BH Jolly Pullman, um filho de Corland em Cassini II de 8 anos e propriedade de Renato de Moraes Dantas, sagrou-se vice-campeão. Em 3º lugar chegou Rodolfo Braido Locoselli com o sela belga Arielle Des Bergeris, também com um ponto, 48s04.
 
Copa Ouro - 1.35 metro
 
Campeão Pedro Tavora de Matos / Silverado MN - FPH - 0/44s98
Vice Guilherme Foroni / Jolly Pullman - FPH - 1/48s01
3º Rodolfo Braido Locoselli / Arielle Des Bergeris - FPH - 1/48s04
4º Maurício de Oliveira Franco / Haia Método - FPrH - 4/47s58
5º Daniel de Picoli / Irlanda Pullman - FPH - 5/48s51
6º Cleison Botelho Souza / MSC Liona - FEERJ - 5/52s20
 
 
Fonte: Imprensa CBH, fotos: Duilio Andrade e Luis Ruas