Stephan Barcha vence o GP e Henrique Lobo o Clássico no 31º Indoor

04/10/2021 as 05:32
Nesse domingo, 3/10, na final do Internacional de Salto 31º CSI-W Indoor na Sociedade Hípica Paulista, o GP Troféu Jayme Loureiro Filho, a 1.50/1.60m, encerrou uma das mais badalada competição do hipismo brasileiro. Sagrou-se campeão Stephan Barcha, 31, que montando Primavera Montana, que recém completou 10 anos, foi o único a zerar os dois percursos em 53s75.
 
Stephan Barcha e Primavera escrevem seu nome no Troféu Perpétuo
 
Estiveram em pista na 1ª volta do GP 36 conjuntos, dentre os quais, conforme a regra os 12 melhores - dois zerados, cinco com apenas uma falta (4 pontos) e outros quatro com duas faltas (8 pontos) no menor tempo - habilitaram-se para a 2ª decisiva rodada. O vice-campeonato ficou com Flavio Grillo montando Lorentino JMen, que zerou a 1ª volta e fechou a 2ª, em 51s69, mas com uma falta. Flavio também foi vice no Clássico montando Kirk do Cach. Em 3º lugar chegou novamente Stephan, dessa feita, montando Atomic des Luthiers, fechando com apenas um derrube trazido da 1ª volta e pista limpa na 2ª, 58s74.
 
Flavio Grillo e Lorentino
 
"Montar essa égua é um privilégio, monto ela desde os 5 anos. Ela ainda é um cavalo em formação com idade hípica de 9 anos. Ganhar um Indoor é um sonho realizado, um GP tradicional no Brasil. Quero agradecer a toda a equipe, ao proprietário José Romero Dias Gomes da Silva: um sonho sonhado junto é muito melhor!", destacou Stephan, integrante do Time Brasil na Rio 2016.
 
Stephan com Atomic
 
Completaram o placar do 4º ao 6º posto Marcello Ciavaglia com GR Garuda, seguido por Guilherme Foroni com Clueso 5 e Sérgio Henrique Neves Marins com Cornet Super Star JMen, todos com oito pontos na soma dos dois percursos, em 51s60, 55s09 e 56s32.
 
O GP foi válido pela seletiva do ranking brasileiro senior top que irá garantir transporte de três cavalos e seus cavaleiros para o Winter Equestrian Festival 2022 nos EUA e ainda pela liga sul-americana na corrida para a final da Copa do Mundo 2022, em Leipzig, Alemanha. Ao todo o evento distribuiu mais R$ 400 mil em premiação, com R$ 120 mil em jogo no GP.
 
Sobre o Troféu Perpétuo
 
Desde 2019, o Grande Prêmio do CSI-W Indoor possui o Troféu Perpétuo Jayme Loureiro Filho, importante cavaleiro e Presidente da Sociedade Hípica Paulista por dois mandatos entre os anos 1940 e 1960. Idealizador desse extraordinário picadeiro, palco do Indoor, e com gestões atentas às áreas sociais do Clube, teve papel decisivo na formação da 3ª e definitiva sede da Sociedade Hípica Paulista no Brooklin.
 
O único atleta a ganhar a posse definitiva do Troféu até agora foi José Roberto Reynoso Fernandez Filho, por ter garantido o tricampeonato consecutivo nos GP 2017/2018/2019. Ele ainda é o único tetracampeão na história da competição somando a conquista do GP em 2010. 
 
GP CSI-W Indoor - 1,60m
Campeão Stephan de Freitas Barcha / Primavera Montana - 0/0/53s75
Vice Flavio Grillo / Lorentino JMen - 0/4/51s69
3º Stephan de Freitas Barcha / Atomic des Luthiers - 4/0/58s74
4º Marcello Ciavaglia / GR Garuda - 8/0/51s60
5º Guilherme Dutra Foroni / Clueso 5 - 4/4/55s09
6º Sergio Henrique Neves Marins / Cornet Superstar JMen - 4/4/56s32
 
 
Na noite do sábado, 2/10, o Clássico, a 1.45m, levantou a torcida. Largaram no picadeiro Jayme Loureiro Filho da centenária entidade 57 conjuntos e oito conjuntos zerados foram ao desempate com R$ 80 mil em jogo. E a noite certamente foi inesquecível para o mineiro Henrique Rocha Lobo, 34, que montando Kannantturo M, Brasileiro de Hipismo de 9 anos, cruzou a linha de chegada sem faltas, em 40s19, conquistando sua primeira vitória em um Clássico.
 
Henrique conquistou com 
 
"É uma felicidade imensa, só tenho a agradecer à proprietária Isabella (Almeida Queiroz) e toda equipe Chevaux. O Kannantturo M é um cavalo que a gente construiu desde novo, já tivemos momentos difíceis e a gente colher fruto é maravilhoso. Ele tem nove anos, está comigo desde os cinco anos e graças equipe Chevaux, especialmente, o Stephan Barcha, evoluímos. Esse é a minha primeira vitória em um Clássico. Foi emocionante, meu pai, todos aqui, meus amigos, maravilhoso. Agradeço a todos envolvidos, meus alunos, a equipe toda", declarou Henrique, bastante emocionado.
 
 
 
O vice-campeonato ficou com o top brasiliense Flavio Grillo que montando Kirk do Cach zerou em 40s92. O medalhista pan-americano Marcello Artiaga com Sapiensa TV completou a rodada dos sem faltas no desempate, sem faltas, 42s19, garantindo a 3ª colocação por São Paulo.
 
Dudu Barbara é o campeão do Hermès Young Talent 2021
 
O jovem talento Eduardo Barbara, de 16 anos, montando RSF Princesa, dupla que vem garantindo grandes vitórias no circuito nacional e recém fechou o Brasileiro de Juniores em 3º lugar, venceu o desafio Hermès Young Talent 2021. Dudu e RSF Princesa cometeram apenas uma falta em 70s95 na 1ª passagem do Clássico, válido pelo Hermès Young Talent. A disputa é voltada a jovens talentos da categoria Under 25, entre 16 e 25 anos, que tem como prêmio uma clínica de 10 dias com o cavaleiro olímpico e bicampeão pan-americano Pedro Veniss no Sunshine Tour 2021, na Espanha, com as despesas pagas pela Hermès.
 
Clássico - 1,45m
Campeão Henrique Rocha Lobo / Kannantturo M - FHMG - 0/40s19
Vice Flavio Grillo / Kirk do Cach - FHBr - 0/40s92
3º Marcello Artiaga de Almeida Castro / Sapiensa TW - FPH - 0/42s86
4º Tiago Mesquita / Incroyable de Muze - FEERJ - 4/40s04
5º Cícero Faustino Barros / Conto RJ - FPH - 4/41s39
6º Raphael Machado Leite / Kripton Pullman Império Egípcio - FPH - 4/42s08
 
 
 
Com a fonte Imprensa SHP e fotos: Luis Ruas